Os padrinhos e madrinhas do Jornal de Patos são essenciais para que um jornalismo independente de qualidade continue sendo produzido para os leitores patentes. A contribuição mensal é a moeda de troca para que o esforço de apurar, entrevistar, decupar, escrever e produzir reportagens, continue ocorrendo.

 

Ao contrário da imprensa local, o Jornal de Patos não noticia "hard news", aquele tipo de jornalismo com ênfase em acidentes trágicos ou ações policiais. A linha editorial deste veículo é totalmente voltada para a produção de entrevistas, colunas e reportagens especiais, que valorizam a cultura patense e contam histórias por muitos desconhecidas.

 

Este tipo de conteúdo, por si só, é menos chamativo do que a prisão mais recente de algum criminoso ou do acidente mais assolador que aconteceu nos últimos instantes em Patos de Minas. Portanto, faz-se necessário a consolidação de um público leitor que queira aliviar-se da tensão agitada e violenta da rotina, com um conteúdo leve, que não o deixe esquecer de que ele vive numa cidade agradável e rica culturalmente.

 

Lançado em maio de 2020, o Jornal de Patos é atualizado diariamente, de segunda a sexta, com reportagens especiais sobre iniciativas socioeconômicas relevantes, entrevistas com personagens e figuras de Patos de Minas, levantamentos históricos, perfis de artistas locais e, quando necessário, denúncias de questões conflitantes que atingem diretamente o bem estar da cidade.

 

Por que financiar?

 

Acessando o Jornal de Patos, o leitor estará no mínimo aguçando o olhar para algum detalhe que sempre deixou passar despercebido ou tendo acesso a obra de artistas locais que ele nem sabia que existia. A missão do portal é criar raízes com as próximas gerações de patenses que desconhecem tradições culturais e para isso, é preciso que haja leitores.

 

Escrever reportagens longas demanda tempo de pesquisa e apuração. Encontrar novas pautas e personagens e ainda agenda-las, também pode ser bastante desafiador. Fazer isto com a liberdade de que o nome de uma empresa ou de patrocinador não interfira na linha editorial - que mantemos independente -, significa abrir mão de dinheiro dos mesmos.

 

Para manter o site no ar, com conteúdo fresco e sempre atualizado, é necessário arcar com as contas de domínio e e-mail personalizado. Não obstante, ainda é necessário pagar as despesas básicas de energia elétrica e manutenção de computadores, câmeras fotográficas e demais periféricos para que tudo aconteça nos conformes.

 

Com quantias que podem partir de R$1 até mais de R$50, os padrinhos e madrinhas garantem que a roda continue girando e ainda obtém benefícios de acordo com o investimento escolhido. E por meio desta campanha, ainda acompanham os rendimentos do Jornal de Patos, de forma transparente e direta, assim como o conteúdo do site.

 

Os colaboradores podem obter três benefícios: a participação em um grupo secreto do Facebook em que as notícias chegam primeiro e o debate é livre e aberto; uma vaga em um grupo do Telegram em que as reportagens são reveladas antes mesmo de serem publicadas e os leitores ainda podem sugerir pautas e por fim, a participação em sorteios de livros e brindes.

 

Os pagamentos podem ser realizados por meio de cobrança automática em cartão de crédito ou boleto bancário. O primeiro apoio é cobrado no ato do cadastro e os demais são feitos automaticamente, de acordo com a escolha de uma data de vencimento. Para quem escolheu cartão de crédito, receberá as cobranças na fatura do cartão normalmente, para aqueles que optarem por boleto, os receberão por e-mail mensalmente.

 

Caio Machado, editor-chefe e fundador do Jornal de Patos

Recompensas

a partir de R$ 1,99 por mês

Quero ajudar

1 Padrinho/Madrinha

a partir de R$ 4,99 por mês

Pago um cafézinho

2 Padrinhos e Madrinhas

a partir de R$ 19,99 por mês

Ajudo nas despesas básicas

6 Padrinhos e Madrinhas

a partir de R$ 49,99 por mês

EU APOIO O JORNALISMO INDEPENDENTE

2 Padrinhos e Madrinhas