META ATUAL

1 de 4

ESTRUTURA

R$ 400,00
67.5%

No caso do aluguel da casa, não temos ainda certeza de que essa casa será mobiliada ou não. Então fiz uma pequena lista de items para equipar a casa da forma mais simples para que seja habitada por uma equipe de cientistas.

Creio que seja o mínimo pra conseguirmos cozinhar e repousar durante as expedições, já que provavelmente ficaremos na casa apenas na volta dos campos.

A lista com os detalhes do orçamento tá disponível pra você conferir.

Detalhes do Orçamento Google Sheets

2 de 4

ALIMENTAÇÃO

R$ 500,00
54.0%

Durante as expedições, nós mesmos sempre revezamos na cozinha por ser mais barato do que restaurante. E geralmente passamos o dia inteiro fazendo trabalhos de campo, subindo e descendo dos inselbergs, então pra almoçar levamos lanches mesmo.

Nesse cenário, o custo mais importante de alimentação é o do supermercado. Para 3 a 4 pessoas R$1,000 por expedição, sendo 6 expedições, dá o total de R$ 6,000.

Esse valor ainda é incerto, mas dá pra servir de base. Isso porque o custo dos alimentos está cada vez mais alto, logo, atingir essa meta seria incrível!

Estou criando uma lista de mercado hipotética e em breve estará incorporada ao arquivo da transparência:

Detalhes do Orçamento Google Sheets

3 de 4

TRANSPORTE

R$ 500,00
54.0%

O transporte até a unidade de conservação terá como ponto de partida Cariacica/ES, onde moro.

Vou precisar alugar um carro e as agências que temos em Vitória são a Movida e a Localiza. Fazendo o cálculo do aluguel de um modelo mais simples por 10 dias, o custo chega a cerca de R$ 1,000. Estão previstas 6 expedições para coleta das plantas, então a meta total do transporte será de R$ 6,000.

Sonhando para bater a primeira meta, chegar em Pancas é o objetivo!

6000/12 = 500

Custos da Movida e Localiza.

Detalhes do Orçamento Google Sheets

4 de 4

HOSPEDAGEM

R$ 700,00
38.57%

Fazendo os cálculos, a melhor opção é o aluguel de uma casa em Pancas ou Águia Branca. Isso porque a hospedagem de uma equipe em hotel ou pousada ficaria mais cara do que um aluguel mensal.

O custo do aluguel mensal de um imóvel na região custa cerca de R$700,00. O imóvel será alugado por 12 meses que é o período das expedições de campo no cronograma do projeto. Logo, o custo de hospedagem total será de cerca de R$ 8,400.

Outra questão é que uma casa para a equipe seria medida de proteção contra a contaminação durante a pandemia de Covid19, pois apenas nós teríamos acesso. Sem contar o conforto pra equipe de ter espaço pra processar plantas e descansar depois dos trabalhos de campo que geralmente são bem cansativos.

smiley

Detalhes do Orçamento Google Sheets


Olá! Eu sou Fabiula Arantes, mas pode me chamar de fabi. Sou bióloga pela Unesp (Universidade Estadual Paulista) e atualmente mestranda do Programa de Pós Graduação em Botânica da Escola Nacional de Botânica Tropical do Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Meu projeto de mestrado é o motivo pelo qual estou aqui pedindo contribuições. O Padrim é um canal de comunicação direta entre sociedade civil e cientistas: ao invés de patrocinar uma instituição maior, você patrocina diretamente o projeto do cientista, com doações mensais a partir de R$1. No caso esta cientista que vos fala. E este é o meu projeto de mestrado: estou estudando os inselbergs do Monumento Natural dos Pontões Capixabas. Não conhece? Posso te apresentar!

Quer saber mais, vem de textão!

Mais motivos pra contribuir

O objetivo principal desse financiamento é viabilizar as expedições de campos para coleta das plantas do Monumento Natural dos Pontões Capixabas. Isso porque, com a atual situação econômica do país, assim como todos os cientistas do país tenho medo de que meu projeto de mestrado seja prejudicado por não podermos ir a campo por falta de verba. A verba para esses projetos vêm geralmente de agências governamentais de fomento à prática científica e como vivemos uma situação atual de descrédito na ciência e desmonte dessas agências, fico cada dia mais tensa de não conseguir executar esse projeto tão necessário e incrível ao mesmo tempo.

A bolsa de mestrado é um benefício que nós alunos de pós-graduação recebemos das agências de fomento algo semelhante a um salário pela dedicação integral, no entanto, não temos direitos trabalhistas nem 13º.

O objetivo secundário desse financiamento é também ajudar a manter a minha sanidade mental pra que eu possa trabalhar com mais tranquilidade no projeto, sem a tensão de pensar se vai ou não ser possivel fazer as expedições. Também tem o Botânica Livre pra alimentar de conteúdo muito científico sobre botânica.

Onde seu dinheiro será investido

Tudo que for arrecadado aqui vai custear especialmente nossas expedições de campo. Como eu não tenho carro, vou precisar alugar um(a agência Movida não patrocina ciência, só influencer mesmo, mas ainda falta contactar a Localiza, quem sabe?). Os custos das expedições de campo também incluem nossa comida, hospedagem: pretendo alugar uma casa na cidade próxima à Unidade de Conservação pra me aproximar dos inselbergs e por ser mais barato do que pagar hospedagem. Ah! E mais importante ainda: mais seguro contra contaminação pela COVID19 do que ficar em pousadas e hotéis, locais de maior circulação de pessoas.

Por fim, equipamentos de trabalho de coleta de plantas, roupas adequadas pra se enfiar no mato e equipamentos de escalada para tentarmos coletar as plantas que estiverem nos paredões inacessíveis. Para isso, pretendo usar meus conhecimentos de escaladora e a ajuda dos meus amigos da comunidade escaladora capixaba pra viabilizar essa novidade: nunca antes ninguém se aventurou nesses paredões senão a título de diversão e amor pelas "montanhas". Eu também escalo por esse motivo, mas descobri que posso usar essas habilidades também para o progresso do entendimento das comunidades vegetais que habitam essas rochas maravilhosas que fazem parte do Monumento Natural dos Pontões Capixabas.

Como ajudar e recompensas disponíveis (além da minha eterna gratidão)

O pagamento pode ser feito no cartão de crédito (a cobrança é feita de forma automática) ou no boleto bancário (é necessário pagar todo mês, igual uma conta de luz). Basta clicar no botão "apadrinhar" que está no canto superior direito e seguir as instruções! Qualquer dúvida vem de direct:

@fabiarantesbio
@botanicalivre

Ou manda e-mail: [email protected]

 

Entre para o time do financiamento privado para a ciência nacional!

 

QUALQUER CONTRIBUIÇÃO É MUITO IMPORTANTE!

Você pode colaborar desde R$1,00 e cada categoria conta com diferentes recompensas.
Veja abaixo/ao lado as possibilidades e detalhes de cada categoria. Lembrando que tudo é opcional, se não quiser a recompensa, tudo bem!

OBS: As recompensas começarão a contar a partir da segunda cobrança no cartão de crédito ou segundo depósito por boleto recebido.

Se você chegou até aqui, já agradeço por ler todo esse textão. E se escolher me ajudar nesse projeto, agradeço muitíssimo por acreditar no projeto, na ciência e em minha pessoa! =)

Adendo:

Mas o que é o Botânica Livre?

Tenho um blog chamado Botânica Livre, onde publico textos sobre botânica não tão regularmente quanto deveria. É um conteúdo muito científico sobre botânica, baseado nas minhas anotações e aprendizadas da graduação em biologiana Unesp. Tem também o canal do Botânica Livre no YouTube pra divulgar os vídeos que produzo para o projeto e outras videoaulas que já estou editando pra botar no ar.

 

Muito obrigada!

Recompensas

a partir de R$ 1,00 por mês

É pouco, mas é de <3!

0 Padrinhos e Madrinhas

a partir de R$ 10,00 por mês

Financiador Iniciante

2 Padrinhos e Madrinhas

a partir de R$ 50,00 por mês

Financiador intermediário

3 Padrinhos e Madrinhas

a partir de R$ 100,00 por mês

Financiador Profissional

0 Padrinhos e Madrinhas